O que se estuda na faculdade de psicologia?

curso de farmácia
Curso de Farmácia: Fique por dentro desta graduação
16 de Fevereiro de 2018
tecnólogo em segurança do trabalho
Tecnólogo em Segurança do Trabalho: conheça o curso e profissão
19 de Fevereiro de 2018
Faculdade de Psicologia

A faculdade de Psicologia tem o objetivo de capacitar o profissional – futuro psicólogo – para identificar e analisar necessidades de natureza psicológica, avaliando problemas cognitivos, comportamentais  e afetivos.

Aquele que decide estudar este ramo das Ciências Humanas vai dedicar-se à pesquisa do comportamento humano, desde a infância até a idade adulta, nos mais variados contextos.

Geralmente, o perfil do futuro psicólogo é de pessoas que se interessam pelo bem-estar mental, têm equilíbrio emocional e curiosidade pelo comportamento humano, são boas ouvintes e gostam de interagir com pessoas diferentes.

 

Como funciona a faculdade de Psicologia?

A faculdade de Psicologia dura, em média, 5 anos e é durante este período que o estudante irá conhecer as diversas metodologias e teorias que compõe este ramo das Ciências Humanas.

A formação é caracterizada como interdisciplinar, pois o aluno tem contato com disciplinas de diferentes áreas do conhecimento. A mente humana é formada por diversos mecanismos e para entendê-la, o psicólogo deve possuir um repertório amplo e variado, transitando por diferentes teorias e metodologias.

Portanto, ao longo da faculdade de Psicologia, o estudante terá contato, além do conhecimento consolidado pela própria Psicologia, com matérias oriundas da anatomia e neuroanatomia, da estatística e da antropologia. Leia abaixo alguns exemplos de disciplinas ofertadas pelo curso de Psicologia da FTC:

– Teorias da personalidade
– Origens evolucionárias do comportamento
– Processos psicológicos básicos
– Desenvolvimento humano
– Bioestatística
– Neuroanatomia
– Políticas públicas de saúde: Saúde Coletiva
– Fundamentos da Teoria Sistêmica
– Neurociências
– Teorias da aprendizagem
– Psicopatologia

Ao final do curso, o profissional deve estar capacitado a analisar e diagnosticar fatores internos e externos que estimulam determinados mecanismos mentais do paciente e ajudá-lo a identificar as causas dos problemas, revendo comportamentos inadequados.

Para isso, é necessário entender, antes de tudo, que a Psicologia é um ramo do conhecimento permeado por várias correntes: comportamentais, neuropsíquicas e sociais, psicanálise, entre outras.

Além de aulas expositivas, várias atividades são realizadas em laboratórios e em práticas de observação em diferentes contextos. Nas unidades da FTC em Feira de Santana, Vitória da Conquista, Itabuna, Jequié e Petrolina, onde o curso é ofertado, o aluno terá acesso a uma ampla estrutura de laboratórios, estágio supervisionado, atividades práticas e desenvolvimento de trabalhos de iniciação científica.

Além disso, o curso mantém parcerias através de protocolos de cooperação com universidades, ONGs, institutos de pesquisa e empresas privadas que possam contribuir para a formação dos futuros profissionais.

 

E o mercado de trabalho?

É comum que as pessoas associem o trabalho do psicólogo a clínicas ou consultórios. No entanto, o mercado é mais amplo e o profissional pode atuar em outras instituições como escolas, hospitais e até mesmo na área jurídica. Veja alguns exemplos:

  • Empresas: geralmente atua na área de Recursos Humanos, em atendimento e pesquisas junto a clientes e consumidores.
  • Escolas: acompanha os alunos, apoiando a equipe de professores.
  • Abrigos: procura compreender e resolver demandas de crianças, adolescentes e idosos, oferecendo suporte.
  • Hospitais e Postos de Saúde: prestam atendimento a pacientes, buscando entender suas necessidades, realizando o diagnóstico e encaminhando para o tratamento.
  • Centros de reabilitação: atende aos pacientes que passam por algum processo de recuperação.
  • Atendimento particular: pode atuar como acompanhante terapêutico de seus pacientes nos ambientes externos.
  • Justiça: pode atuar em processos de adoção, destituição de poder familiar, guarda, separação, amparo a idosos, etc.

Para exercer a profissão, é necessário registrar-se no Conselho Regional de Psicologia. A procura por psicólogos clínicos continua em alta nos grandes centros urbanos, apesar da crise econômica.

No setor público, por exemplo, onde ele atua em hospitais e postos de saúde, a demanda é constante, assim como na área jurídica.

Outra área que vem crescendo nos últimos tempos é a atuação do psicólogo na preparação de atletas e equipes esportivas de alto desempenho, assim como o atendimento a idosos, com foco em saúde mental.

A área de recursos humanos também possui alta demanda por este tipo de profissional para atuar como recrutador e até gerenciar departamentos.

Outros campos de atuação são a orientação educacional e profissional em escolas, neuropsicologia para tratar distúrbios como seqüelas de traumatismo crânioencefálico, demências e transtornos de aprendizagem, como dislexia.

Na área acadêmica, o profissional pode realizar pesquisas e em consultorias para empresas, pode atuar no marketing, analisando o comportamento do consumidor e orientando decisões.

Para além de todas estas opções, há também aquela que já passou pela cabeça da maioria das pessoas que fazem Psicologia: abrir um negócio próprio. Esta modalidade de atuação traz, de fato, muitas vantagens, como autonomia e flexibilidade de horários – o que possibilita o trabalho em outra área ou até mesmo o estudo paralelo ao exercício da clínica.

Para dar seguimento ao sonho do consultório próprio, é importante ter paciência para os desafios a serem enfrentados, especialmente no início. É importante pensar bem e estar atento na hora de investir.

 

Quanto ganha um psicólogo?

A resposta para essa pergunta não é exata, justamente por causa do vasto campo de atuação deste profissional. O piso salarial dos psicólogos varia em cada unidade federativa do Brasil, assim como o salário, que muda em função da qualificação do profissional, do local de trabalho e da empresa.

Abaixo, segue a média salarial nacional para alguns cargos de psicólogo segundo levantamento feito pelo site de empregos Catho:

Psicólogo Social: R$ 1.634,84
Psicólogo Escolar: R$ 2.012
Psicólogo Clínico: R$ 2.113
Psicólogo Organizacional: R$ 2.175
Psicólogo Social: R$ 2.217
Psicólogo Hospitalar: R$ 2.371
Psicólogo do Trânsito: 2.440

A carreira na Psicologia está em alta e de acordo com pesquisas, a remuneração para estes profissionais vem aumentando. Até aquelas áreas que costumam contratar profissionais de exatas, tecnologia e telecomunicações têm recrutado psicólogos para analisar dados sobre o comportamento dos consumidores, criar novos produtos, desenvolver sistemas operacionais, aprimorar a comunicação em unidades de resposta automática e scripts de atendentes de call-centers, ente outras atividades.

Se interessa pela faculdade de Psicologia? Depois de todas estas informações, analise as possibilidades, veja se a profissão se encaixa ao seu perfil e faça a melhor escolha. Boa sorte!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *